Escolha uma Página

Este é o primeiro álbum de Elza Soares para a etiqueta Tapecar depois que ela saiu da Odeon. Também é digno de nota o fato de que o organista Ed Lincoln foi o arranjador do álbum, e seu trabalho no teclado pode ser ouvido por todo o registro.

Seus álbuns na Odeon foram construídas em torno de suas interpretações singulares e únicas de sambas clássicos testados pelo tempo ou composições mais recentes de compositores testados pelo tempo, este álbum contém novas canções de autores pouco conhecidos, com a grande exceção sendo o samba de Lupicínio Rodrigues “Quem Há De Dizer“.

” Quem há de dizer
Que quem você esta vendo
Naquela mesa bebendo
É o meu querido amor”

Confira o forte influência de Jorge Ben em “Deusa Do Rio Niger” e o samba-soul “Giringonça“.

Capa do LP: Elza Soares - 1974

FAIXAS

(Tapecar ‎- LP-X-23, LP)

A1. Bom Dia Portela
(David Corrêa / Bebeto Di São João)

A2. Pranto Livre
(Dida / Everaldo da Viola)

A3. Não É Hora De Tristeza
(Lino Roberto / Wilson Medeiros / Walter da Imperatriz)

A4. Meia Noite Já É Dia
(Norival Reis / David Corrêa)

A5. Desabafo
(Tatu / Nezinho / Campo)

A6. Partido Do Lê-Lê-Lê
(Otilo Gomes)

B1. Deusa Do Rio Niger
(Walter Norambê / Motorzinho)

B2. Quem Há De Dizer
(Lupicínio Rodrigues / Alcides Gonçalves)

B3. Louvei Maria
(Elza Soares)

B4. Xamêgo De Crioula
(Zé Di)

B5. Falso Papel
(Dário Marciano)

B6. Giringonça
(Josealdo Fraga)