Escolha uma Página

Meu querido amigo, um abraço.

Eis aqui, em tuas mãos, o que melhor descobri no Rio em matéria de gravações para o carnaval. Por favor, lance mão deste disco, leve-o a tua eletrola; chame os teus parentes e os teus amigos. Faz com que eles escutem. É um tiro! Olhe, só faltava mesmo isto: Miltinho com escolas de sambas. O rapaz cantando é um fenômeno magnífico para os ouvidos: ele brinca com o ritmo: ele faz o que bem entende. Um grande artista. Podês crer.

Parodiando os Inocentes do Leblon (devo dizer-te que Miltinho é cobra: cobra coral).

Sei que acreditas piamente na minha palavra; sei que conheces meu bom gosto (modéstia a parte) e o meu senso de medida, portanto, mãos a obra; não espere um minuto.

Escute o samba “Já Era“, escute o “Bambolé“, esculte 0 “Só Dinheiro“, escute “Do Além“, escute, enfim, todo o elepê. Faz teu baile particular demonstrando bom gosto; faz um carnaval de categoria. Depois guarde o elepê para mostrar para aqueles americanos e para aqueles franceses que costumam frequentar sua casa, como é que se canta e como é que se bate samba no Brasil. Para eles esse disco é uma coisa impossível; para nós vale ouro.

Capa do LP: O Diploma Do Astro - Miltinho Com Escolas De Samba, 1960Tem mais, tu deves escutar com atenção o “Lei Áurea” e também o “Produtos E Costumes”. Escutando-os tu veras que estou sendo sincero: que estou sendo um amigo. Sei que tu gostas de novidades em relação a discos. Esta é, sem dúvida, a grande última. Nas estações de rádio só se fala no rapaz; também nas estações de tevê. Nos balcões das lojas revendedoras, compradores se agrupam discutindo a personalidade do criador de “Mulher De Trinta“.

Podes ficar certo: Miltinho será o campeão absoluto do carnaval de 1961: também o mais executado: também o mais discutido.

Sabendo disso, estou fazendo chegar ás tuas mãos – O Diploma do Astro -. Sei que me agradecerás sempre.

De resto faço votos que tenhas um ótimo carnaval ao som deste espetacular elepê da SIDERAL.

E aqui fica, a tua disposição, o amigo de ontem, de hoje e de sempre.

AOR RIBEIRO

P.S. Outra boa nova: éste álbum teve a supervisão musical do João Negrão «prêmio melhor maestro de 1960».

FAIXAS

(Sideral ‎– LPP-2008, LP)

Esc. de Samba de Monsueto
A1. Não Emplaca 61

Monsueto / Ary Monteiro

A2. Saudade Da Pobreza
Monsueto / Ary Monteiro

A3. Jogaste Fora
Alberto Jesus / Monsueto / Jair Vilar

Esc. de Samba Unidos de Vila Izabel
A4. Só Dinheiro

Diógenes / Gabriel do Nascimento

A5. Do Além
M.L.Nogueira / Miguel Alves / Jaime Portela

A6. Temporal
J.Portela / Euclides da Silva / Paulo Brazão

Esc. de Samba Jaime Portela (c/ o ritmo da E.S.U da Capela)
B1. Tradições Da Bahia

Jair José dos Santos / Inha II / Jaime Portela

B2. Produtos E Costumes
Jair José dos Santos / Alcides Portela de Almeida

B3. Bambolê
Jaime Portela / Jair José dos Santos / Anatolino I. da Silva

Esc. de Samba Unidos da Tijuca
B4. Telefonei

Hélio Verri / Ceci

B5. Lei Áurea
Nelson de Moraes Filho / Miguel Alves / Jaime Portela

B6. Já Era
Mauro / Maginot / Jorge Gonçalves