Escolha uma Página

Diluído! Não é assim que a dose rende mais? Neste disco garanto que rendeu! Uma cantada fervorosa ao samba moderno, exaltado e realçado com velhos conceitos. O principal envolvido nesse admirável romance, dele com as raízes do samba, é ele: Wilson das Neves! É com ele que arrisco minha primeira resenha, finalmente, ao SAMBA! Representado pelo melhor disco disparado de samba deste ano, 2010!

“Chorar, não faz ninguém mais humano/ Rezar, não santifica o profano/ Voltar é celebrar um acordo entre a perda e um dano/ Oilá, a força do barco é o vento no pano!”

trecho da penúltima faixa Ingrata surpresa

Wilson das NevesEvidenciado, e na hora certa reverenciado, por diversas conexões musicais pelo globo terrestre. Na bagagem carrega as mais preciosas parcerias, de Madlib à Elizeth Cardoso, de Sarah Vaughan à Monarco, de Cartola à Roberto Carlos. Trata-se de um gênio, que ainda será engrandecido e furiosamente valorizado. Wilson das Neves, é daqueles que qualquer resenha é pouca! Eu, se calculasse aqui todas participações importantes, somando-as ou multiplicando-as a outras adjacentes e paralelas, citaria sim, algumas boas, mas deixaria passar várias ótimas. Imagino que Das Neves seja um dos músicos que deixará a maior herança ao patrimônio da música nacional. Falo desde a década de 60 até os dias de hoje – diria mais, as influências de Wilson das Neves continuarão sendo mencionadas, experimentadas, dissimuladamente ou não, pelas próximas e próximas décadas. Respeite Wilson das Neves, posso afirmar que qualquer um de nós (meros fãs observadores da boa música), seria incapaz de sugerir um ritmo, uma levada, um groove, em que ele não tocaria sorrateiramente, ou, te deixaria arrependido pela subestimada sugestão.

PRA GENTE FAZER MAIS UM SAMBA – lançado agora em 2010, é a última tacada deste que é o ancião mais ativo música brasileira (nem tanto vai). Atacando, sendo artilheiro do campeonato, desta vez assume seu lado cantor. Chama a bola pra si, é o maestro do jogo. Chico Buarque, que hoje não sobe ao palco sem respaldo de Das Neve, resume: “- Ele (Wilson das Neves) é sempre o pulso da banda, termômetro, técnico do time, rei da anedota e pajé!”. Este disco traz frescor contemporâneo, e sem receio pode camuflar-se como um autêntico “samba-raiz” da década de 70. O instrumentista carioca apresenta composições de César Pinheiro, Aldir Blanc, Arlindo Cruz, entre outros. Passa a tranquilidade e destemor do samba feroz. Fazendo do samba um movimento cariocamente brasileiro. Com seu timbre eloquente e marcante garante um samba envolvente, seguro, de aceitação precisamente universal. Este disco é daqueles que você pode apresentar pra sua mãe que ela vai curtir (eu garanto, fiz o teste!). Ouça logo de cara a primeira música disco, Pra gente fazer mais um samba, também a última Velha Guarda do Império e por fim todas as outras entre essas duas! Falando sério, atente-se para Assédio, Ingrata surpresa e Quem espera nunca alcança. A dose é diluída mas sua essência é cavalar! Faça, da música, remédio com esta dose vinda do melhor laboratório brazuca. Graaaande Wilson das Neves!

Johnny Wazagoo

Capa do CD PRA GENTE FAZER MAIS UM SAMBA - Wilson das Neves, 2010 (MP,B Discos/Universal Music 60252735127)

Encarte

São vinte e cinco anos de amizade, depois de outros tantos de admiração à distância. Eu conhecia Wilson das Neves dos discos, reconhecia de cara sua batida, vez por outra o peruava através do vidro de estúdios de gravação. Hoje não subo ao palco sem ele. Camarim dos músicos, sem o Das Neves, não é camarim. Ele é o pulso da banda, termômetro, técnico do time, rei da anedota e pajé.

Este disco nos traz de volta o grande metodista que é Wilson das Neves. Escutei-o seguidamente com deleite, com um sorriso, com um ciúme danado dos seus parceiros. Ai está ele com sua graça, com a ginga que é só dele, com essa voz que deve ser a voz rouca das ruas, eis ai Wilson das Neves cantando versos prenhes de sabedoria popular.

A bênção, Das Neves. Ô sorte!

Chico Buarque

FAIXAS

(MP,B Discos/Universal Music 60252735127, CD)

01. PRA GENTE FAZER MAIS UM SAMBA
Wilson das Neves / Paulo César Pinheiro

02. NÃO DÁ
Wilson das Neves / Arlindo Cruz

03. OUTONO CHEGOU
Wilson das Neves / Paulo César Pinheiro

04. ASSÉDIO
Wilson das Neves / Nei Lopes

05. ESTAVA FALTANDO VOCÊ
Wilson das Neves / Delcio Carvalho

06. FOLHA NO AR
Wilson das Neves / Paulo César Pinheiro

07. COQUETEL
Wilson das Neves / Paulo César Pinheiro

08. MINHA TRAJETÓRIA
Wilson das Neves / Nelson Rufino

09. QUEM ESPERA NUNCA ALCANÇA
Wilson das Neves / Paulo César Pinheiro

10. PASSARINHO DE GAIOLA
Wilson das Neves / Paulo César Pinheiro

11. INGRATA SURPRESA
Wilson das Neves / Roque Ferreira

12. NOS BRAÇOS DO AMANHECER
Wilson das Neves / Vitor Pessoa

13. VELHA GUARDA DO IMPÉRIO
Wilson das Neves / Paulo César Pinheiro