Escolha uma Página

Martinho da Vila, 1995 – Tá Delícia, Tá Gostoso

4 abr, 2017 | Álbuns

“Tá Delícia, Tá Gostoso” lançado em 1995 pela Sony, com produção de Rildo Hora, fez com que Martinho – um dos mais respeitados artistas brasileiros – marcasse um novo marco em sua carreira, com mais de um milhão e meio de cópias vendidas, tornou-se o primeiro sambista a ultrapassar a marca de um milhão de cópias vendidas. Sobre esse fato Martinho declara:

“- O disco mais representativo da minha carreira foi o primeiro LP, pois, aplicando as devidas proporções de mercado entre uma época e outra, vendeu muito mais. O “Tá Delícia” foi importante porque me deu o título de “único sambista de mais de um milhão”, marca alcançada por poucos artistas, em geral, na história da música.”

Nesse álbum vários sucessos: “Mulheres” (Toninho Geraes); “Cuca Maluca” (Gracia do Salgueiro); “Devagar, Devagarinho” (Eraldo Divagar); bem como o samba que dá título ao disco da dupla Zé Catimba / Alceu Maia.

Destaco também, os dois ‘pot-pourri’ que fecham cada lado do álbum. No A, em homenagem a Cabana (Silvestre Davi da Silva), compositor oriundo da Beija-Flor com: “Todo Mundo Já Sabia“; “O Preço da Traição“; “Garçon“; “Pode Encomendar o Seu Caixão“.

Já no lado B, uma homenagem a Candeia (oriundo da Portela) com: “Dia de Graça“; “Filosofia do Samba“; “De Qualquer Maneira“; “Peixeiro Granfino” (c/ Bretas); “Não Tem Veneno” (c/ Wilson Moreira).

Vai perder tempo em ouvir esse LP “clássico” do samba? Bom divertimento…

1. MULHERES
TONINHO GERAES
2. CUCA MALUCA
GRACIA DO SALGUEIRO
3. NAMORADEIRA
ROQUE FERREIRA / GRAZIELLE
4. TÔ VENDO QUE VOCÊ ME QUER
ROQUE FERREIRA / GRAZIELLE
5. NÃO ROLOU, MAS VAI ROLAR
NELSON RUFINO / CHOCOLATE DA BAHIA
6. O GURUFIM DO CABANA
TODO MUNDO JÁ SABIA

O PREÇO DA TRAIÇÃO
GARÇON
PODE ENCOMENDAR O SEU CAIXÃO
CABANA

1. DEVAGAR, DEVAGARINHO
ERALDO DIVAGAR
2. TÁ DELÍCIA, TÁ GOSTOSO
ZÉ CATIMBA / ALCEU MAIA
3. POR FAVOR ME AJUDE
MARTINHO DA VILA / ALCEU MAIA
4. UM AI, AI PRO MEU AMOR
PAULINHO DA ABA / AGRIÃO / TUNICO DA VILA
5. A ESTRELA BRILHA
BETO SEM BRAÇO / MAURIÇÃO
6. EM MEMÓRIA DE CANDEIA
DIA DE GRAÇA

CANDEIA
FILOSOFIA DO SAMBA
CANDEIA
DE QUALQUER MANEIRA
CANDEIA
PEIXEIRO GRANFINO
BRETAS / CANDEIA
NÃO TEM VENENO
CANDEIA / WILSON MOREIRA

MÚSICOS

Violão: Claudio Jorge, Alfredo Machado, Paulão, João de Aquino, Rildo Hora
Cavaquinho: Mané do Cavaco, Alceu Maia, Wanderson Martins
Banjo: Alceu Maia
Bateria: Fernando Pereira, Jorge Gomes, Rubinho, Papão (Alexandre)
Teclados: Fernando Merlino, Itamar Assiere
Piano Acúsitico: Fernando Merlino
Percussão: Gordinho, Paulinho da Aba, Ovídio, Jaguará, Marcos Esguleba, Belôba, Silvio Grande, Sombra, Zero, Marcelinho, Trambique, Mart’nália, Tunico Ferreira

CORO

Maestro Leonardo Bruno (Regente), Barbosa, Copacabana, Sombra, Martinho Antônio, Agrião, Mapinha, Fátima Regina, Dinorah, Patricia da Hora, Analimar, Mart’nália, Ana Costa, Cristina Deane, Elza Irmã, Zezé Irmã e a participação especial do Musical Couer Samba (Não rolou, mas vai rolar)

ARRANJOS

Rildo Hora: Mulheres, Namoradeira, Tô vendo que você me quer, A Estrela Brilha
Jorjão Carvalho: Tá delícia, tá gostoso
João de Aquino: Em Memória de Candeia
Wanderson Martins: O gurufim do Cabana
Ivan Machado: Não rolou, mas vai rolar
Alceu Maia: Por favor me ajude
Cláudio Jorge: Um ai, ai pro meu amor
Mané do Cavaco: Cuca Maluca, Devagar, devagarinho

PRODUZIDO POR RILDO HORA
DIREÇÃO ARTÍSTICA MIGUEL PLOPSCHI
COORDENAÇÃO DE PRODUÇÃO SOMBRA
COORDENAÇÃO GERAL JORGE MAURELI
TÉCNICOS DE GRAVAÇÃO CLAUDIO FARIAS, LUIZ CARLOS T. REIS, MÁRIO JORGE BRUNO, JAIRO HUMBERTO
AUXILIARES DE GRAVAÇÃO MAGRO, GUTO, DELANIR, TICO
MIXAGEM LUIZ CARLOS T. REIS
MASTERIZAÇÃO JOÃO DAMACENO
CORTE ELIO GOMES
CAPA ELIFAS ANDREATO
EDITORAÇÃO ELETRÔNICA DENNIS VECCHIONE E SANDRO SCHUTZE
COORDENAÇÃO GRÁFICA CARLOS NUNES

Gravado em Junho e Julho de 1995 na Companhia dos Técnicos