Xangô da Mangueira Volume 3 1978, LP - Tapecar

Xangô da Mangueira Volume 3 - 1978

Xangô da Mangueira Volume 3 - 1978Com mais de 40 anos de sua existência dentro do mundo do samba, Xangô da Mangueira – no registro civil Olivério Ferreira – além de vários títulos conquistados dentro de nosso ziriguidum, castiga, ainda, a responsabilidade de Diretor de Harmonia da Estação Primeira de Mangueira, há mais de 28 anos. Sua experiência dentro do samba, curtida naturalmente, como sambista nato que é, projetou-o artisticamente como um firme intérprete do partido alto, um estilo de samba pouco divulgado, publicamente, até que ele se dispôs a encarar andanças pelos palcos de teatros, clubes e boates para despachar seus recados. […]

Pode-se dizer que Xangô tornou-se o pioneiro da divulgação do partido alto, atingindo um público antes completamente desligado do assunto. Renovando sempre o seu repertório, Xangô tem sido o mais eficiente divulgador de pagodes, não apenas de uma autoria, como de autores vários, figuras de respeito dentro das novas escolas de samba ou blocos carnavalescos. Seu estilo, no castigo dos recados, é muito próprio. Suas bossas, com breques empregados por conta própria nas brechas dos versos sustentavam a característica do sambista nato que ele é.

Numa época em que muitos intérpretes de músicas se fantasiavam para amarrar o público durante as suas apresentações, Xangô da Mangueira garante a sua popularidade simplesmente com a segura e autêntica maneira de despachar seus pagodes. Um sambista de corpo inteiro, mantendo as mesmas características dos tempos em que nada recebia para cantar sambas em terreiros de bambas da Mangueira, Buraco Quente, e outros redutos de pagodeiros firminos.

Fora do disco, entre os muitos coretos aonde sua presença vem sendo conferida estão o Palco Sobre Rodas, uma jogada legal do Departamento Geral de Cultura da Secretária Municipal de Educação do Rio de Janeiro e sempre alegremente as segundas-feiras nas noitadas de samba do teatro Opinião, em Copacabana. Bem, já deu para entender né meu irmão?

Por essas e outras é que se encontram nessa bolacha doze músicas de componentes que pesam na balança do samba. Gente que confia no trabalho de Xangô da Mangueira como intérprete sabendo ele ser um sambista autêntico. Mas Xangô não é simplesmente um intérprete de partido alto, conforme vocês poderão confirmar nesse disco, onde aparece samba de caboclo, louvação, samba de breque, samba de terreiro e samba de roda, além é claro, de partido alto.

Não poderia acontecer nada melhor. Vocês, neste disco, terão um Xangô integral, passando tranquilamente os seus recados. E tem mais: com o apoio de Padeirinho da Mangueira, com ‘Zé Cansado’ um tremendo samba de breque. Beto Sem Braço vem com ‘Da Melhor Qualidade’ e ‘Cobra Sussurana’. Dois partidos legais. Mestre Buda, veterano sambista da Cidade Alta, mandou ‘Chico Jongueiro’.

De Roque de Plá, uma baiano bom de chinfra, temos: “Dá no Nêgo’ um samba de roda. Vadinho e Murilo, dois sambistas da Velha Guarda comparecem com um samba de terreiro ‘Perdi Minha Alegria’ feito a quase meio século e somente agora gravado. Nessa faixa, Campolino do Império Serrano, nome de respeito no partido alto, versa de improvisso com Xangô da Mangueira. ‘Mineiro ê’ uma ronda mineira de Lúcio Martins da Cidade Alta, deixa Xangô muito á vontade nos trabalhos.

De parceria com Campolino, Xangô castiga o samba ‘Quilombo’ uma homenagem a mais autêntica escola de samba fundada por Candeia, Paulinho da Viola e outros bambas. ‘Quem Fala Alto é Gogó’ um partido alto, ‘Não Xinxa o Boi’ um samba de caboclo, Xangô traz como parceiro Nilo da Bahia. ‘Louvação aos Grandes e aos Pequenos’, ‘Não Adianta Falar Mal de Mim’ une nos trabalhos como autores, Xangô e Waldemiro do Candomblé.

Tá bem gente, chega. O negócio é curtir os ‘babados’.

Xangô, nós agradecemos.

Waldemar Ramalho

FAIXAS:

A1. Dá no Nêgo
Roque do Plá

A2. A Cobra Sussurana
Beto Sem Braço/Almir

A3. Não Xinxa o Boi
Nilo da Bahia/Xangô da Mangueira

A4. Chico Jongueiro
Mestre Buda

A5. Louvação aos Grandes e aos Pequenos
Waldemiro do Candomblé/Xangô da Mangueira

A6. Perdi Minha Alegria
Vadinho/Murilo *part/ Milton Campolino


B1. Mineiro Ê
Lúcio Martins/Quirino da Cuíca

B2. Zé Cansado
Padeirinho

B3. Quem Fala Alto é Gogó
Xangô da Mangueira/Nilton Campolino

B4. Mulher da Melhor Qualidade
Almir/Beto Sem Braço

B5. Não Adianta Falar Mal de Mim
Xangô da Mangueira/Waldemiro do Candomblé

B6. Quilombo
Nilton Campolino/Xangô da Mangueira

P.S. áudio playlist formato mp3/320Kbps

Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *